1° Marcha da Ocupação GK

8593173498_dd4be091b7Ontem, dia 27, os moradores e apoiadores da Ocupação Emanuel Guarani Kaiowá saíram em marcha desde o terreno ocupado, localizado no bairro ressaca, Contagem-MG, até a sede do poder público municipal, buscando sensibilizar a opinião pública de contagem e abrir uma negociação com a prefeitura.

A Ocupação GK está ameaça de remoção forçada, depois que o Tribunal de Justiça de Minas Gerais acatou o recurso da construtora Muschioni Emprendimento LTDA, concedendo a liminar de reintegração de posse contra as 150 famílias que ocupam legitimamente o local. Apesar da decisão desfavorável por parte do poder judiciário, as Brigadas Populares e as famílias da ocupação reivindicam o posicionamento da Prefeitura de Contagem sobre o conflito, uma vez que é de responsabilidade do poder público a defesa e proteção ao direito humano à moradia.

A Marcha iniciou se às 6h da manhã e seguiu por volta de 16 km até a porta da prefeitura de Contagem, passando também pela entrada da câmara municipal, onde os moradores e apoiadores pararam para transmitir mensagens exigindo o respeito ao seu direito à moradia. Acompanhando de um carro de som, a marcha contou com muito animação, música e falas de moradores e apoiadores direcionadas ao povo de contagem, argumentando sobre a justeza e legitimidade da luta. Várias manifestações de solidariedade foram realizadas pelos transeuntes. Chegando na prefeitura por volta das 12h, a comunidade realizou um almoço comunitário. A marcha contou também a presença do vereador de Belo Horizonte, Adriano Ventura, apoiador dos movimentos  de moradia desta cidade, e com a presença de uma comitiva da Casa do Estudante, ocupação urbana de estudantes da UFMG. (Veja as fotos da cobertura realizada pela Casa Fora do Eixo – Minas)

8593171978_2e5df2c7e7_b

A Prefeito de Contagem, Carlim Moura, mostrou se sensível ao drama que vive as famílias da ocupação e recebeu cinco representantes do movimento, 3 mulheres lideranças da ocupação, um membro das Brigadas Populares e um membro do Conselho Estadual dos Direitos Humanos (CONDEH). Em que pese as inúmeras alternativas apresentadas pelas Brigadas Populares para contornar o despejo, a Prefeitura não acatou nenhuma proposta previamente, se afirmou como parceira do movimento e das famílias, e se comprometeu somente a participar de uma nova reunião para analisar suas possibilidades de atuação. Esta reunião foi marcada para a próxima segunda-feira, às 14h, na sede da prefeitura de contagem. O representante do CONEDH lembrou que um mero posicionamento do município apontando para uma saída negociada tem sido suficiente para evitar violações irreparáveis de direitos humanos, como tem acontecido em casos que acompanha.

Ao final do dia, os moradores ficaram contentes com os reflexos positivos da marcha no bairro e na cidade de Contagem e mantiveram se esperançosos com a possibilidade de intervenção do poder público municipal alentada na reunião. E continuam certos de que é na luta social organizada que podem seguir obtendo conquistas entorno do direito à cidade e dos direitos humanos fundamentais.

Sobre ocupacaoguaranikaiowa

Ocupação urbana no bairro Ressaca em Contagem - MG que nasce quando 150 famílias ocupam terreno ocioso que não cumpria sua função social com o intuito de construir lares e sonhos por uma vida digna. Este é o blog da ocupação para fazer reverberar pela sociedade mineira suas ações e anseios por cidades onde caibam todos e todas. Acompanhe diariamente noticias de sua e outras lutas urbanas de MG.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s